segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

balanço anual

No último dia do ano, separe um tempinho, cinco, dez minutos, num cantinho especial da sua casa; em frente ao mar, onde seja. Opte por silêncio, ou música agradável. Independente do seu credo, faça uma prece inicial, e pare para repensar o ano que vai findando. Você no trabalho, na faculdade, na sua casa, com a esposa, com o marido, namorado (a), com os amigos, com os desconhecidos que cruzaram por você esse ano; você no Planeta. O que você fez de bom? Repensando bem, você vai agradecer por tudo: erros e acertos, porque erros são aprendizados. Após agradecer, peça para si e para os seus que Deus os ilumine, que não lhes faltem serenidade e discernimento diante das decisões a tomar.

Existe um termo interessante que tirei de um livro de auto-ajuda, antes de parar na página 23. O autor (me foge o nome) falava de uma tal “co-responsabilidade inevitável”, ou, toda ação que cometemos vai surtir efeito mais adiante, seja boa, ou não. É inevitável porque não podemos nos policiar sempre, mas, seria válido fazê-lo antes de ofender alguém no trânsito; parar numa vaga destinada à pessoas com deficiência; furar fila; tentar se dar bem de alguma forma. Tudo o que você faz, interfere na vida de alguém. Então, procure fazer o bem. Lembre-se que você não está sozinho aqui. Lembre-se que o Meio Ambiente precisa de você, e isso é para ontem. Lembre-se de ser solidário espontaneamente. Lembre-se das palavrinhas mágicas. Use mais o seu sorriso. Visite mais os seus amigos. Se beber, não dirija. Beba e fume menos, e cada vez menos. Faça o mesmo com aquela Coca-Cola. Pratique exercícios. Sexo seguro. Leia mais. Plante uma árvore. Visite um asilo. Tente, faça força, ame ao próximo como a si mesmo. E lembre-se que Deus não esquece nada. Para terminar, leve consigo o coração aberto para o novo ano, tentando sempre melhorar, afinal, estamos aqui para isso.

Assim, desejo a todos, de coração que o ano seja realmente NOVO!

Luz e Paz!

12 comentários:

Rayanne disse...

Poeta. Amado.
Fosse você,
Fosse todo o mundo,
Fosse todo, o dia.
Fosse o que fosse.

AMor muito.

**Estrelas**

Marrí disse...

Amém!

Sáúde, luz e paz...

Dayane Abreu disse...

Own, que lindo.
Farei tudo isso sim. Foi bom conhecer você e o seu espaço já no finalzinho desse ano.
Um beijo e feliz recomeço.

(:

Anna Flávia disse...

fazer o bem faz bem. então façamos em todos os dias do ano, amém! :)
ótimo dois mil e nove pra você.

beijo

Cynthia Lopes disse...

Atraversamos mais um ano, por certo isto merece nossa reflexão meta-linguística, muito bom poema, me lembrou uma música do Gil. bjs e um feliz 2009...

Mulher na Janela disse...

Que lindo... Um balanço quase oração, quase poema, quase canção!
Obrigada pelo lindo texto!

Feliz 2009!

Pernambucanos Arretados disse...

Muito bom o post. Muito bom teu blog.

Feli ano novo.

J.F. de Souza disse...

Porque um pouco de autoajuda é válido. Pra resgatarmos nossa autoconsciência e lembrarmos que não adianta esperar de uns poucos o que nem a gente se dispõe a fazer, às vezes...

Vamos ficar ligados!

Vivamos 2009!

1[]!

(l' excessive) disse...

Múcio!
Você foi, de longe, o poeta que mais me emocionou em 2008.
Assim, gostaria de desejar a você um 2009 maravilhoso e com tantas outras poesias mais do que belas.
Um abraço
\liz

Tina disse...

Oi Mucio!

Falou em Lua - falou comigo! (rs)

Feliz 2009 meu querido, muitas luas e doce inspiração para você nesse novo tempo.

beijo grande,

Márcia(clarinha) disse...

2009 em poesia
novos dias
nova ortografia
rima com otimismo
proseia com alegria.

Poetamigoquerido
felizes sejam seus dias.

carinho e beijos

Anônimo disse...

Felicidade temperada pra nós em 2009!

Já te disse q te amo?????

bj!Gisele