terça-feira, 11 de dezembro de 2007

mínimo mundo in comum


                meu
mundo in completo
existe faz tempo:

você,

cem por cento
de tudo
que invento.



foto: abílio nestor.

12 comentários:

paulo vigu disse...

Inventar um você 100% para completar mundos. Poetas sabem como fazer. Belo, hein! - Riodaqui - Abraço aí.

clarice ge disse...

toda invenção é uma transformação a ser definida
todo ser é completo mesmo que se indefina

carinhos

Anônimo disse...

Que bom seria saber que sou 100% de tudo que o outro inventa...

ai, lindo isso!!!!

e cada dia vc me surpreende mais com sua poesia simples e direta: tudo que gosto!

bjs! Gisele
www.vivervalelapena.blogspot.com

Sandra Regina de Souza disse...

Ah, poeta... sua poesia é que me completa!
(100% do que leio aqui brilha)
Amo. beijo

Thin White Duke disse...

mto boa sua poesia! gosto mto do seu estilo, tem mto do leminski, ou estou enganado?

Bem, nunca saí daqui de pernambuco e sou louco pela nossa terrinha, gosto de colocá-la em alguns momentos como "personagem" de poesias, principalmente o nosso Capibaribe, ou as noites amareladas do Recife Antigo.

Os poemetos já saiu, estou com eles, tem lá no blog maiores informações, se quiser um a gente pode marcar pra tomar uma cervejinha, q achas?

Abraço vizinho!

Lubi disse...

Oi, Múcio.
Tentei comentar art-door mas não consegui. Gostaria de saber como faço para adquirir uma camiseta.

Beijo.

Márcia(clarinha) disse...

Completude é o que há.
dia lindo poetinha
beijos

Octavio Roggiero Neto disse...

aqui, os destinos se cruzam. as palavras se seduzem e se encaixam e me conduzem a um sorriso, enquanto leio. aqui, o prazer é todo meu!

meu abraço mais forte em meu irmão Múcio!

  disse...

Tantas invenções,,, um tudo pra outra pessoa: isso cansa... mas não mata!

Agradecendo palavras por você deixadas em o InventO devo dizer que a recípocra, apesar de semelhança com a hipocrisia (rs), tem fundamento na verdade...

Obrigado por manter vida digital possibilitando intercâmbio cultural que jamais conheci... Obrigado!

Abraços e completas invenções!

adelaide amorim disse...

Gosto muito mesmo de seus poemas leminskianos ;) Cheguei pelos caminhos da Liz K, e cheguei bem.
Abraço.

Déa disse...

Poxa, suas poesias são lindas. Essa me fez chorar. Pode ser porque estou sensível demais... Pode ser porque fala de amor... Mas o fato é que sempre emocionam. Parabéns. Sabe que sou fã incondicional!!!! Beijos e que Deus continue iluminando sue talento.

Anne Baylor disse...

o que dizer?
Perfeito, apenas..

beijoS.