quarta-feira, 19 de setembro de 2007

das coisas intocáveis


                      das chatices
dos domingos,
de todas
as chuvas
e dos
seus pingos,
de tudo
que me faz
olhar para trás,
das dores
no peito,
dos objetos
e dos sujeitos,
dos girassóis
e dos quintais,
das alegrias
fugazes,
de tudo
que
meus erros
são capazes,
dos sóis e luas
do céu,
dos casos,
das casas,
dos azares,
das asas
ao azul
do teu véu,
capto a poesia,
e derramo
em versos no papel.
 
photo by Rafa.





16 comentários:

Pedro Pan disse...

, tudo somatizar para dar em poesia...
, abraços meus.

alex pinheiro disse...

Olá, Múcio,,, de tudo quanto é sensação que fluindo em mente sã, feita a sua, transforma-se em poesia como quando as coisa são intocáveis... Belo!

Abraços e sensíveis invenções!

clarice ge disse...

Estas traversuras são na verdade uma coisa muito séria. Cada dia melhor Múcio.
beijo meu

Juliana Caribé disse...

De uma leveza impressionante, apesar de profunda.
Gostei muito daqui.
Abraços.

Kaká disse...

Múcio, Múcio... Múcio, Múcio... Abração daqui.

Rayanne disse...

Brotaram todas as raízes
que plantei no teu nome.
.
.
.
Agora fica?

AMo.

**Estrelas**

Márcia(clarinha) disse...

Das chatices dessa vida uma é a mais sentida, o beijo de final de tarde...
semana linda poetinha
beijos

Luzzsh disse...

Derrama os versos no papel sim

que eu aproximo dele os meus

sentidos amis aguçados

e sorvo cada gota da tua poesia.

De vc?

;)

Beijos, querido.

paulo vigu disse...

Tudo aqui é derramado em versos no papel, como boa sofra de vinho. Eu gosto e recomendo. Riodaqui aí. Abraço, Paulo Vigu

A czarina das quinquilharias disse...

e tem funcionado tanto!
:)

Valéria disse...

de tudo que é grande... ou não.
beijo

moacircaetano disse...

E a gente aqui, se banhando...

Lisardo Lopes Gonzalez disse...

A musicalidade desmusical dos versos é encantadora. Como um silêncio aterrador que se faz após a trovoada.

Pequena paoetiza disse...

do mundo
através dos prazeres e desprazeres fazemos nossos versos.

adorei teu blog
mt bom mesmo
lindos versos

ótima semana

“A metade dos nossos erros na vida vem do fato de que sentimos quando devemos pensar e pensamos quando devíamos sentir.”
(Lhurton Collins)

Bjos da -=Þëqµëñä Þö놡zä=- !!!

Além do tempo... disse...

Lindo isso : Capto a poesia e derramo versos no papel! Pura poesia, e de uma leveza sem par! Parabéns pelo poeta que você com certeza é, e pelo poetar.... Abraços netinianos Tânia

Pavitra disse...


vc derrama versos no papel
e eu amo papel manchado de poesia...