quinta-feira, 7 de junho de 2007

amar é



por você
eu corro risco,
nem pisco,
sôo arisco,
danço na chuva,
eu chuvisco,
de um traço
faço
qualquer rabisco.
por você
eu corro, arrisco,
resisto,
sou fogo no céu,
faísco,
os mares de marte,
confisco,
mudo a estação,
eu viro o disco
só pra mostrar
que não desisto
de te ensinar
que amar é isto.



foto: josé reis.




19 comentários:

Octávio Roggiero Neto disse...

quem não assinaria embaixo, Múcio? tua obra é universal!

e o amor é isso mesmo, esta inquietação, este intusiasmo, querer sentir a vida de todas as formas possíveis, querer abraçar ou gostar de ficar só, só pensando no amor.

também é, como no 1X1 da Luzzsh, sentir-se no exílio.

"os mares de marte, confisco": como negar? é a mais pura verdade, porque quem ama se sente o dono do universo. bela, Múcio!

amar é sentir-se pleno e sempre carente. moldar-se às faces infinitas que este sentimento espelha, desde a paixão até a amizade pura. ah... amar... como isso é bom. é gostoso demais, meu Deus! amar é não passar uma vida indiferente, insossa.

cara, guardo você no coração, e é isso que amar é...

forte abraço e té mais ler!

diovvani mendonça disse...

Que Marte, nunca separe um poeta como você da poesia! AbraçoDasMinas.

Isa disse...

Vale a pena!

:D

Você é o melhor!

Antônio Alves disse...

Sempre com suas aliterações originais. O amor foi retratado sobremaneira, de forma teimosa mesmo.

Um forte abraço!

Tina disse...

Oi Múcio:

Viver assim é viver por "você" : por alguém que a gente sabe por quê.

E eu adoro seus versos, escritos, sentidos, vividos. Adoro.

beijos querido e boa semana.

Juliana Pestana disse...

Ah, sim... amar é isso, é aquilo, é tudo, é mais, é sempre mais um pouco e ainda tem aquele outro. É vida, é ar, é terra, é tudo!!

Márcia(clarinha) disse...

amar é isso e além disso é muito mais é ter paz no risco que se faz ao atravessar pontes e chorar de saudade quando a noite cai.
carinho meu procê
beijos

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Amar é isso tudo.
Lindo o poema!
Adorei. Demais.

Beijos :))

Jefferson P. disse...

... fica fácil ser.. quando se trata de um poeta de alma limpa e coração vestido de amor.

Abrç de poeta!

Déa disse...

Poxa, acho lindo as suas poesias.. As vezes, até esqueço que nunca vai vou me apaixonar. Tudo lindo demais.

Leandro Jardim disse...

e de pé:
clap clap clap!
Bom que só é!

abraço Jardineiro

alex pinheiro disse...

Ah! De tamanho grande é a felicidade dos sentimentos nesse estado de espírito,,, eh taum bom ter alguem por quem faríamos essas coisas todas!!! Mas, fluindo em melancolia, prefiro voar baixo... rs...

Abraços e românticas invenções!

A czarina das quinquilharias disse...

isso é que é lição bem dada.
:*

Luzzsh disse...

Oi lindo,

Perfeito, irmão gêmeo do "curta esse curta".....amei...

Beijos saudosos...

"223" ;)

Tanara disse...

Sim, sim!
Muito bom... Sempre!

}um beijo{

paulo vigu disse...

Virando o disco, fazendo o verso, traçando os seus rabiscos, o poeta ensina. Aliás, é sina. Riodaqui aí

sayô disse...

(...)...não desisto de
te ensinar
que amar é isto "
que quando a gente ama a gente não desiste.
Olá...linda sua escrita...


beijos

Márcia(clarinha) disse...

amar também é sentir saudades
beijossss

Pedro Paulo Pan disse...

, vire o disco, vá a marte. mas não deixe o amor passar desapercebido...
, abraços meus.