quarta-feira, 30 de maio de 2007

canção solar


faça como
de costume,
arrume o cabelo,
ponha
o seu perfume,
deixe
que pela fresta
vague o lume,
dance ao som
daquele blues
no último volume,
faça como
de costume,
rode a baiana,
desarrume,
entre no meu
coração,
e saia impune,
como de costume.
foto: getty images.

14 comentários:

A czarina das quinquilharias disse...

belissimo costume, não?

Luzzsh disse...

Ooooiiiiêêêê....amore...

Que bom que voltou!!! Flores à espera na sua chegada!....

E vc sempre desarrumando meu coração com a palavra bonita que vc tem...lindo poema.

Welcome home.

Beijos...

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Gostei muito, Múcio.
Leve, dançante, lindo...

Que bom que voltaste.

Beijos :))

alex pinheiro disse...

Venho de vagar pela blogsfera...

Ah como é bom ser arruinado no coração! rs... gostei do jeito rápido e métrico das palavras,,, tens escrita agradável aqui...

Abraços e agradáveis invenções!

diovvani mendonça disse...

Múcio Gols!!!
Bom, que tenha voltado para balangar a rede com suas palavras. Vc faz falta mano velho.
AbraçoDasMinas.

Bera disse...

Adorei. Muito gostoso de ler, té gosto de ter o coração desarrumado. Entendi isso agora.
Abs

Rayanne disse...

Ahhhh!!!

As letras fazendo sentido.
Reverberando a alegria
Tua música no meu ouvido!!!
Ah, poetamado.
No coração é como se você
nunca tivesse ido!

Saudades sempre.

***Estrelas (enfeitadas com teus hai cais)***

Márcia(clarinha) disse...

Como de costume faça da felicidade o prazer da vida...
que bom te saber aqui, muito bom.
beijossssssssss

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Lindísimo poema!

Antônio Alves disse...

Gostei da sonoridade do poema, poderia ser uma canção. Parabéns.

Adicionei-te ao meu blog.

Abraços
Antônio Alves

Sandra Regina de Souza disse...

Como de costume,
deixo e teu verso
me desarrume
e perdure
no meu inverso Universo
Obrigada por manter
alimentar meu vício!
Beijos festivos pro seu (re)início!

Déa disse...

Oi querido. Eu, como sempre, vou e volto... Mas cuidando do meu pai fica cada dia mais difícil... Mas, logo, logo, ele fica 100% de novo> Bom, seu cantinho continua lindo como sempre. Seu talento é inegável. Super beijos

paulo vigu disse...

Como de costume, a poesia de Múcio é certeira, como de costume.Não suma, poeta, como de costume. Riodaqui aí.

Isa disse...

Que coisa mais linda, como de costume !