segunda-feira, 16 de abril de 2007

larbirinto


num vôo solo
sobre teu colo
nenhum mistério,
invento um jeito
de conquistar
o teu império,
invado
o teu espaço aéreo,
ignoro o deletério,
brinco de te amar
e levo a sério,
mas, se não te venço
pelo cansaço,
eu ouso, e faço,
um pouso forçado

no teu abraço.


foto: carla salgueiro.

19 comentários:

Juliana Pestana disse...

E eu me abro pra ganhar o teu abarço apertado!

Eita menino rimado! rs

Bjos meus.

Luzzsh disse...

Oi lindo!....

Sodade imensa docê e de suas palavras....
Bem-vindo!....

Beijos.....

Márcia(clarinha) disse...

que todos os pousos se façam assim - forçadamente - meio à abraço.
meu carinho querido, que tudo entre nos eixos no novo lar doce lar
beijosssssssssss

Tina disse...

Muito bom isso, muito bom mesmo Mucio. Parabéns!

beijos querido e boa semana,

Rayanne disse...

Um abraço de aeroporto
Esperando tua aterrisagem
Com olhos de farol
Iluminando a pista vermelha
Que te estende meu coração!!!

Poeta mais amado!!!!

É tanta saudade.

***Estrelas***

poeta matemático disse...

Pô, cara...

Não suma mais assim, suas palavras fazem mais falta do que o céu pra mim

Abração...

paulo vigu disse...

Poeta-irmão Múcio - "você nos faz parecer menos sós, menos sozinhos" - com suas performances de ser feliz. Sempre saio daqui mais forte. Passe lá para um mergulho. Riodaqui aí/Paulo Vigu

Aline disse...

Vc, sempre vc.
Só vc!
Vc...

Beijos!

czá disse...

lindo lindo
tava com saudade de vir aqui.
boba eu.
é só vir.

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Bem vindo de volta!
Que beleza...
Lindo...
Um abraço, Múcio :)

Pedro Paulo Pan disse...

, histórias assim. tem vários pousos...
, abraços meus.

Nobre Dama disse...

Ah q lindo!
Q lindo, e pensar que um abraço doce e gostoso como, com impulso de pouso forçado me fez tão feliz hoje.
Bjos

Juliana Marchioretto disse...

lindo e inspirado, como sempre.
nem preciso dizer mais nada..

bjo

Jefferson P. disse...

... um pouso forçado...
na sua pista molhada.


Abrçs.

moacircaetano, todo prosa! disse...

é preciso saber voar...
abraço, grande Múcio!

diovvani mendonça disse...

Belo solo.
AbraçoDasMontanhas.

P.E. E as camisas? Qdo irei vestir teus poemas?

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Lindíssimo poema.

Sandra Regina de Souza disse...

Diante do seu céu
eu plano sem asas
e decolo...
(Eu quero esse poema pra mim!!! Que lindo!!!) bjosss

fabio jardim disse...

uma linda entrega!