domingo, 5 de setembro de 2010

eterna idade



por aqui
passou um homem
cujo ofício
era a profecia


poeta
de nascimento
ele falava
amanhã será


e amanhecia

11 comentários:

Í.ta** disse...

muito muito bom, góes.

o poema fazendo poeta,
ou o contrário.

grande abraço!

Carol disse...

Gentileza!

Pérola Anjos disse...

Por aqui
passou um homem
e nunca mais partiu

a sua poesia
criou raízes
e o homem resurgiu

e resurgiu...

Lindo!

Beijos!

Paco * disse...

esse ficou incrível!!!

te amoooooo

Ariane Rodrigues disse...

Adoro poemas sonoros! Me encantou!

Eduardo Trindade disse...

Bom, muito bom, meu caro!
Tens, defnitivamente, uma habilidade de profeta. Poesia.
Abraços!

andre luis gabriel disse...

grande poema, síntese interessante do que é o poeta (profeta). abraço

J.F. de Souza disse...

assim seguia
ainda
a poesia
por todos amanhãs

Cesar Veneziani disse...

Múcio é fonte inesgotável de preciosidades...

J.R. Lima disse...

Poeta de nascimento
profeta da palavra
contigo, Múcio,
até o hoje
amanhã será.

Cesar Veneziani disse...

Relendo e regostando deste poema genial!