sábado, 21 de novembro de 2009

dejavu




se um dia
eu tiver um treco
e desse troço
eu virar um trapo
peço que nunca
cessem o papo
nem o lance
da poesia
troquem
o minuto de silêncio
por qualquer
espécie de melodia
e assim se fez e foi
estava no meu contrato
passei como uma chuvafina
vivi de rimas

e vapor barato



16 comentários:

Marcelo Mayer disse...

nem vc pode-se calar

Simplesmente Outono disse...

Que saudade de ler você.
Tente não sumir mais. A não ser que independa da sua vontade.
Tua escrita é necessária.
Saudade dos teus olhos sobre minhas letras. Sem dúvida um grande prazer.
Com carinho.
Simplesmente Outono.

Joana Masen disse...

Viver de rimas... não é em vão, é mágico! Parabéns pelo belo poema. Abraço!

FláPerez (BláBlá) disse...

Maravilha!ritmo e rimas perfeitas!

Brisa disse...

Só "para variar", adorei o que li aqui. Nossa! Adoro esse seu espaço.

octavio roggiero neto disse...

Múcio, você não mente,
vive sim de rima,
literalmente,
e ainda por cima,
meu irmão,
vive com ousadia,
por dentro da Poesia,
no nosso coração.

SImplesmente Outono disse...

Por aqui.
Com carinho.
Minhas folhas secas pra ti.

Tina disse...

Oi Múcio!

Vapor barato virou sinônimo de poesia? Não sabia... rs

beijos querido, saudade.

Samanta disse...

Nem pense em ter um treco - te proibo!!

Simplesmente Outono disse...

Consegui postar hoje de madrugada em meio à correria das provas. Confesso que não gosto quando sou praticamente obrigada a me afastar do blog, porém não há como fugir disso. Motivo: além das provas na faculdade existem alguns probleminhas particulares. Espero resolvê-lo o quanto antes e da melhor maneira possível. Tentarei arrumar um jeitinho de postar com a mesma freqüência. Algumas pessoas possuem meu e-mail podendo ficar totalmente à vontade em realizar contato.
Com carinho e o devido respeito deste Outono.

Simplesmente Outono disse...

Consegui postar hoje de madrugada em meio à correria das provas. Confesso que não gosto quando sou praticamente obrigada a me afastar do blog, porém não há como fugir disso. Motivo: além das provas na faculdade existem alguns probleminhas particulares. Espero resolvê-lo o quanto antes e da melhor maneira possível. Tentarei arrumar um jeitinho de postar com a mesma freqüência. Algumas pessoas possuem meu e-mail podendo ficar totalmente à vontade em realizar contato.
Com carinho e o devido respeito deste Outono.

* hemisfério norte disse...

in vejo-te
na tua escrita
sempre
-
bjs
ana

Simplesmente Outono disse...

Querido Múcio...
Agradeço o elogio onde confesso ficar constrangida ainda mais vindo de ti.
Acabo de enviar um e-mail para: muciogoes@uol.com.br enviando assim meu contato.
Com o mesmo carinho e respeito de sempre.

Cynthia Lopes disse...

Múcio faço minhas as tuas palavras! Como sempre seu poema está preciso, cheio de humor e emoção e tecnicamente perfeito.
bjs

Muryel De Zoppa disse...

bacana!

.Marrí Franco. disse...

Puta que pariu!!!!!

É bom demais isso Mucio.