domingo, 8 de junho de 2008

rain blues


                 chove tanto
essa tarde


chove
por dentro


como chove
por fora


chove na tela
escorre no teclado


quem dera
uma dança da chuva


nossos nós
bailando


no mesmo telhado









foto: karomat

11 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Preciso de um telhado para compartilhar as emoções...
poetinha querido, timidamente recomeço a brincar,te espero lá...
dias lindos
beijos

Dois Rios disse...

Olá,

Cheguei aqui por um desses acasos da Internet e gostei muito das suas poesias em particular esta última. Um dia, se vc me permitir, gostaria de postá-la no meu blog com os devidos créditos, é claro.

E esse chover tanto por dentro me lembrou um verso do Drummond que que diz: "E se os olhos reaprendessem a chorar seria um segundo dilúvio."

Abs,

Marcela Bertoletti disse...

Bonito!
Adoro seus poemas!
Beijos

alex pinheiro disse...

no mesmo telhado,,, quem dera!
Múcio,,, arquiteto admirado das palavras que já independem do papel, seja na profusão poética ou em:

"chove na tela
escorre no teclado"

Estou feito fã, no afã das suas palavra, brother! Obrigado!

Abraços e geniais invenções!

Rayanne disse...

No telhado eu penduro desajeitadamente letrinhas:
Feito estrelas de papel
prá essa chuva que escurece.
É que vai no peito tique surdo
Perdendo só o taque
Quando, bem fraquinho, aparece.
(Deve ser isso que chama saudade!)

AMO
.
..
DERRAMO
.
..
ESTRELAS!!!!!

Tina disse...

Oi Múcio!

Aqui? Chove dentro de mim. Chove incerteza, dor, vida que se esvai... corre. contra.

beijo grande, saudade daqui.

Carinho meu e boa semana.

Márcia(clarinha) disse...

meu poeta querido amigo do coração, como vai você?
beijos de lindo dia

aline disse...

amor!

ah, amor...

rs

:D

(L)³³³

Sandra Regina de Souza disse...

Sou só sorriso!!! Virada do "Avesso"... dslumbro cada verso... Lindo tudo tanto!
Preciso encomendar uns exemplares ... rs.. beijosssssss

Muryel De Zoppa disse...

fera, bicho!

Karen disse...

Chgeuei aqui através do Suspiro...lindos versos.
Este em especial. Chove dentro de mim, na verdade há uma tempestade.

Bj