domingo, 19 de agosto de 2007

circo lar



                   chuva de néon

noite adentro,

salvos do tormento

por um edredom,

[ela e eu]

lendo Drummond,

sob as estrelas

desse céu de papel



crepom.

photo by Rafa.














11 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

E precisa mais do que?
feliz ela por ter você sob qualquer céu com Drummond...
carinho meu procê, poeta
beijos

Leandro Farias disse...

absurdo, meu tio!
descrevendo sonhos!!
demais!!

saudade!
bjim

Pedro Pan disse...

, o céu lindo, star...
, ah! múcio agradeço pela indicação de quimeras às estrelas. estrelas encontro é aqui...
, abraços meus.

alex pinheiro disse...

Sempre quis fazer verso semelhante ao "Drummond com crepom" que escreveste aqui, mesmo pq tenho rinite, rs

Tenho andado em travessia, feito o Pedro Pan, tanto que aqui voltando tudo era muito inédito, rs,,, de qqr forma agradeço visitas em o InventO...

Abraços e criativas invenções!

Tina disse...

Oi Múcio!

Conheço nada melhor, sinceramente.

Aproveite muito.

beijos querido, saudade.

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Que beleza, deve ser um sonho mesmo, um sonho azul, como cantava alguém um dia...

Beijos :)

Camila Lemos Barata disse...

Belo programa...Pintura linda demais!

Um abraço,querido.

Clóvis disse...

E que chova!Gotas coloridas de encantos à brincar a vida...



Abraço, poeta.

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Múcio, obrigada pelas tuas palavras. Não tardará muito em ser eu a pedir-te um livro teu, com a tua assinatura, pois a tua poesia é lindíssima. Bjs. Sofia

Márcia(clarinha) disse...

Feliz findi com carinho, poeta
beijos

Lua Durand disse...

que lindo moço, essas travessuras em versos.

é sempre bom de ler.

depois tenho algo a perguntar, vou lá no tapas agora.

beijo