quinta-feira, 15 de julho de 2010

[...]




que a vida vague
de vento em popa
e seja eu
aquela mosca
na tua

sopa


6 comentários:

Pérola Anjos disse...

E nem adianta vim me dedetizar. rs Lembrei do grande Raulzito. BjsSs

Í.ta** disse...

lembrei também do raul, rs.

ficou ótimo isto! aquele final que não se espera, que fisga o leitor.

abraço!

devalentina disse...

O comentário da Peróla completou o post!

Adoro a vida que vaga...

Anne Baylor disse...

éco. éco..

Criatividade a millll!!!!

Cynthia Lopes disse...

Vc é a pitada de sal,
de toda comida
que há no mundo.

nydia bonetti disse...

Tua poesia é realmente muito boa Mucio. Andei perdida daqui, mas já voltei. :) Abraço!