domingo, 25 de janeiro de 2009

sim ou sim?

dia em branco,
tarde cinza,
dentro de mim
essa noite além.

como é
que você se chama,
que eu chamo tanto
e você não vem?


8 comentários:

adrianna coelho disse...


hum... agora me chamam de adrianna, tá? rsrsrs

beijos, mucio de quinta grandeza!

geo. disse...

muito bonito.

é triste quando não adianta a gente chamar.

beijo

Rayanne disse...

Você, chama.
Eu, fogo.


**Estrelas, poetamado!**

Kakau disse...

uma hora a gente descobre ;}


beijos

Paulo Viggu disse...

Ando com a alma guardada na montanha. Ando pela cidade, vez em quando, veloz. A saudade é a mesma. Abraço - Paulo Viggu

Sandra Regina de Souza disse...

eu vim! mesmo sem vc chamar!!..rsrs... Vou roubar o seu poema!! AMEI. bj

Cynthia Lopes disse...

Ora bolas, como alguém não se chega ao poeta que és?

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Belo demais...