sábado, 1 de setembro de 2007

cine minha


            fico puto
quando
você passa
e eu não
posso ver,


[imediata
mente
penso]


vou
fazer um filme
de você.

photo by Rafa.

15 comentários:

Camila Lemos Barata disse...

:)

Singelo e lindo!

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Lindo, lindo, lindo.

Um abraço, Múcio :)

paulo vigu disse...

Entre cinema e poesia há sempre um você ou uma ocasião em que ficamos putos. Rode o filme. Riodaqui ao mar - Abraço aí - Paulo Vigu

Márcia(clarinha) disse...

pense e faça e veja e se aquiete pois ela volta...
carinho meu procê poeta
beijos

Saramar disse...

Pode haver algo mais bonito?
Não, não há.

beijos

Déa disse...

LIIIIIIIIIIIINDO!!!! ADorei demais (mas qual a surpresa disto mesmo?) Beijos e parabéns de novo

alex pinheiro disse...

Pra rodar qdo quiser,,, lembranças de "eu faço a cena que eu quiser"... rs

Devo dizer, à altura da conexão literária, que tenho o "traversuras" como inspiração na organização poética,,, muito bom te ler,,, poesia-expresso e de fina qualidade...

Abraços e formidáveis invenções!

Tina disse...

Querido:

Eu também, eu também. Tenha certeza. Adoro ler você.

beijos , cuide-se.

ella disse...

faz? faz, vai.... rsss

:**

Luzzsh disse...

Oi querido!

Tb, embora longe, amo e tanto.
(Voltei a postar!) :)

Beijos

223 * 223.

IsaBellinha disse...

Aiiiiiiiiiiiiiiiiii que lindo!

:D

Sandra Regina de Souza disse...

Quero reprise desse filme!!
rs...
deixo um beijo longa-metragem!

Raiça Bomfim disse...

que delícia. um poema-halls-de-anis!

Isabella Kantek disse...

Ótimo! A foto casou muito bem!

Pavitra disse...


muito bom, múcio! :)
adorei!

fez poesia, e nem fez cena!